Clipping

São Martinho: Planner enxerga maiores ganhos de produtividade à frente e reitera compra para ação

Postado em 15 de Julho de 2020

O time de analistas do Planner elogiou o resultado do quarto trimestre fiscal de 2019 da São Martinho (SMTO3), correspondente ao período entre janeiro e março de 2020, e previu ganhos de produtividade à frente para a empresa.

A São Martinho reportou lucro líquido de R$ 143 milhões, crescimento de 67% em relação ao mesmo período do ano passado. A receita líquida, de R$ 1,1 bilhão, avançou 2%, enquanto o Ebitda ajustado subiu 14%, totalizando R$ 579,5 milhões.

“Um resultado consistente com maior geração operacional de caixa e incremento de margem, explicado principalmente pela melhora nos preços de comercialização de açúcar e etanol e maior volume de vendas de açúcar e energia”, destacou Victor Luiz de F. Martins, autor do relatório divulgado na segunda-feira (13).

Produtividade

Beneficiada por melhores condições climáticas, a São Martinho atingiu 22,6 milhões de toneladas de cana-de-açúcar em moagem na safra 2019/2020, o que representa um aumento de 10,7% ante o volume de cana processado na safra anterior. A produtividade melhorou 13,7%, de 74,2 toneladas por hectare para 82,9 toneladas por hectare.

Para a moagem da safra 2020/21, a expectativa é de que o volume cresça de 2,5%, com ganhos de produtividade maiores do que o inicialmente previsto.

Na safra 2019/20, a empresa produziu em torno de 1,1 milhão de toneladas de açúcar e 1,1 milhão de m³ de etanol.

“Para a safra atual, o prêmio do preço do açúcar em relação ao etanol, notadamente a partir de março/20, deve favorecer a produção do açúcar ao longo da safra. Ao fim de junho, o prêmio estava em 20% favorecido pelos preços e também pelo câmbio”, disse a Martins.

A corretora tem recomendação de compra para a São Martinho, com preço-justo de R$ 25.


Fonte: Money Times