Clipping

Selo Energia Verde 2018 é entregue na Fenasucro & Agrocana

Durante a Fenasucro & Agrocana, a maior feira do setor sucroenergético, realizada nesta semana (21/08 a 24/08) em Sertãozinho (SP), a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) entregou mais dois Selos Energia Verde. Foram certificadas a Cooperativa dos Plantadores de Cana do Oeste do Estado de São Paulo (Copercana), como consumidora de bioeletricidade no mercado livre de energia, e a usina geradora Viralcool, produtora de bioeletricidade.

Desde 2015, o Selo certifica empresas produtoras e consumidoras de energia limpa e renovável produzida a partir da biomassa da cana-de-açúcar. O programa é uma iniciativa da UNICA com a cooperação da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE).

A presidente da UNICA, Elizabeth Farina, e o gerente-executivo da Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), Carlos Dornellas, entregaram os certificados para Antonio Tonielo, presidente do Conselho Administrativo da Viralcool, e Manoel Carlos de Azevedo Ortolan, presidente da Copercana e da Canaoeste. A Copercana adquire bioeletricidade diretamente da usina Viralcool no mercado livre de energia elétrica.

Atualmente, 67 usinas sucroenergéticas detêm o Selo Energia Verde. “Essas empresas, ao longo de 2018, devem produzir 17,2 mil GWh, equivalente ao consumo anual de energia elétrica de mais de 9 milhões de residências, ou o mesmo que evitar a emissão de 5 milhões de CO2 na atmosfera, marca que somente seria atingida com o plantio e manutenção de 36 milhões de árvores nativas ao longo de 20 anos”, comenta Zilmar Souza, gerente em Bioeletricidade da UNICA.

Selo Energia Verde

Para que uma empresa consumidora receba on Selo é necessário que ela tenha consumido pelo menos 20% de energia elétrica entregue por usinas de biomassa de cana-de-açúcar, dentre outras diretrizes. Tal volume deve ser adquirido no Ambiente de Contratação Livre (ACL), diretamente das usinas produtoras de bioeletricidade ou de companhias associadas à Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (ABRACEEL), entidade também apoiadora da iniciativa da UNICA.

As usinas geradoras de bioeletricidade recebem o Certificado Energia Verde desde que atendam critérios de sustentabilidade e requisitos de eficiência energética, além de estarem adimplentes junto à CCEE e à UNICA. A lista de empresas certificadas pode ser acessada aqui.

 

Fonte: UNICA