Clipping

Setor sucroenergético discute com o governo legislação fiscal do Estado

Postado em 23 de Outubro de 2019

Sete coordenadores fiscais da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz) foram recebidos na Adecoagro, em Ivinhema (MS), para conhecer um dos modelos de software utilizado pelas usinas para controle e emissão de notas fiscais para expedição de mercadorias. A visita, que aconteceu no último mês, foi organizada pela Biosul e suas Associadas que discutem com o órgão estadual a modernização de trechos da Lei nº 13.275/2011, que regulamenta a atividade do setor sucroenergético no Estado.

De acordo com o coordenador fiscal, Elias Zuanazzi, algumas revisões na legislação já estão sendo feitas dentro dos pleitos do setor. “Em breve devemos essas ter essas modificações em decreto oficial”. Outra boa notícia, dada por Zuanazzi, é a avaliação do Subanexo VIII, que exige a emissão diária de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) e documento auxiliar (DANFE), uma vez que os mesmos são emitidos mensalmente.

A reunião foi coordenada pelo supervisor fiscal da Adecoagro, José Roberto Marques Barbosa, que apresentou as sugestões com exemplos de atualização da legislação feitas em outros Estados, como São Paulo e Goiás. “Estamos recepcionando os fiscais em nome de todas as usinas do Estado. Nosso objetivo é adequar a legislação dentro da realidade do setor, otimizando os processos e propondo maior eficiência na disponibilização das informações para o órgão”, ressaltou o supervisor.

O gerente executivo da Biosul, Paulo Aurélio Vasconcelos acompanhou o encontro. “Há algum tempo a Biosul vem trabalhando junto à Sefaz nessa proposta e hoje em visita à Adecoagro acredito que mais um importante passo foi dado para que as reivindicações do setor sejam atendidas”, completou.

 


Fonte: Biosul