Clipping

Solos rasos: qual o risco de se plantar cana-de-açúcar nesses solos?

Caso a região em que você produz cana, apresentar solos rasos (Neossolos Litólicos ou Cambissolos rasos) o cuidado com o preparo do solo na reforma tem que ser redobrado. Isso porque solos com essa característica apresentam uma camada pouco espessa de solo (de forma geral, entre 20 a 40cm de espessura a partir da superfície) e abaixo dessa camada já aparece a rocha que deu origem a esse solo.

Quando essa rocha tem elevado grau de dureza deve-se evitar a operação de subsolagem e fazer somente uma escarificação superficial para que não ocorra a quebra das hastes dos implementos.

Deve-se ter cuidado também com o plantio, pois se a sulcação for muito profunda nesses solos, há a possibilidade de quebra das máquinas utilizadas no plantio. Além disso, os solos rasos, assim como ocorre com os solos ácricos, também estão sujeitos a um maior estresse hídrico na época da seca.

Desta forma, é muito importante identificar na Carta de Solos da usina ou do fornecedor os solos que são rasos para:

1) evitar a operação de subsolagem nessas áreas;

2) tomar cuidado com a profundidade de plantio; e

3) ficar preparados para uma possível irrigação de salvamento em anos ou regiões mais secas.

Sobre nós

O consultor Dib Nunes Jr., do Grupo IDEA e Fernando Bertolani, da CSolos fazem parte da rede de consultores associados Dr. Cana.

O Dr. Cana é uma maneira diferente, com excelente custo-benefício, de se contratar consultorias agrícolas das diversas fases da produção da cana.

O assinante do Dr. Cana possui créditos mensais para trocar por serviços especializados que se complementam com o objetivo de aumentar a produtividade.

Saiba mais em: www.drcana.com.br


Fonte: Fernando Bertolani - CSolos