Clipping

Suedzucker eleva previsão de lucros com maior demanda por etanol; açúcar segue fraco

Postado em 29 de Outubro de 2019

A Suedzucker, maior refinaria de açúcar da Europa, elevou nesta sexta-feira a estimativa para seus lucros operacionais no atual ano fiscal, à medida que preocupações ambientais impulsionaram a demanda por etanol o suficiente para que compense em parte a fraqueza do setor açucareiro, que sofre com o excesso global do adoçante.

“Vemos uma demanda robusta por bioetanol em diversos países europeus”, disse um porta-voz da Suedzucker. “No atual debate de proteção climática, a mensagem transmitida é a de que o bioetanol é um bom método para reduzir as emissões de gás carbônico nas cidades”, afirmou.

“Temos a esperança de que essa tendência vá continuar. O panorama para o açúcar foi levemente melhorado, mas infelizmente o mercado geral do açúcar permanece deprimido”, completa.

A empresa agora espera que seus lucros operacionais em 2019/20 fiquem entre 50 milhões e 130 milhões de euros (55,50 milhões a 144,30 milhões de dólares), ante previsão anterior de zero a 100 milhões de euros e lucro operacional de 27 milhões de euros no ano anterior.

O principal avanço virá de sua unidade de bioetanol CropEnergies, cuja expectativa de lucro operacional subiu para 70 milhões a 90 milhões de euros, contra previsão anterior de 50 milhões a 75 milhões de euros.

 


Fonte: Reuters