Clipping

Syngenta Ag registrou lucro de US$ 1,4 bilhão em 2020

Postado em 31 de Março de 2021

A Syngenta Ag, subsidiária do Syngenta Group, controlado por estatais chineses, encerrou 2020 com lucro de US$ 1,422 bilhão, um ligeiro recuo, de 2,3%, em relação ao ano anterior.

As vendas cresceram 5,2%, para US$ 14,287 bilhões. O aumento seria de 13% e as taxas de câmbio pelas quais a companhia operam tivessem ficado estáveis. A desvalorização do real ante o dólar teve o maior impacto na redução do potencial de crescimento da receita.

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) cresceu 2%, para US$ 2,988 bilhões, e o fluxo de caixa livre mais do que triplicou, para US$ 8986 milhões. A dívida líquida da companhia aumentou 4,3%, para US$ 7,897 bilhões.

O maior mercado para a Syngenta continua sendo a América Latina, que representou 31% das vendas no ano, seguido da região que abrange Europa, África e Oriente Médio (28%), América do Norte (25%) e Ásia Pacífico (16%).

As vendas do segmento de proteção de cultivos subiram 6% (15% a taxas de câmbio constantes), sendo que na América Latina o crescimento do volume de vendas foi de dois dígitos. As vendas de sementes tiveram alta de 4% (8% a taxas de câmbio constantes), com crescimento de dois dígitos na América Latina e na Ásia.

 


Fonte: Valor Econômico