Clipping

Syngenta registra lucro líquido de US$ 798 milhões no 1º semestre 19, queda de 33,6%

Postado em 19 de Julho de 2019

A Syngenta, produtora suíça de sementes e agroquímicos, obteve lucro líquido de US$ 798 milhões no primeiro semestre de 2019, queda de 33,6% em comparação com US$ 1,2 bilhão obtidos em igual período do ano passado, informou a companhia nesta sexta-feira. O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou em US$ 1,4 bilhão no período, queda de 14,5%. A empresa explicou que o desempenho do período foi afetado, em parte, pelo fechamento de uma unidade de produção.

As vendas da companhia recuaram 6,6% na comparação anual entre os primeiros semestres, para US$ 6,8 bilhões. As vendas de defensivos também diminuíram 6% na mesma comparação, em US$ 5,2 bilhões. Já as vendas de sementes foram 9% menores no mesmo intervalo, totalizando US$ 1,6 bilhão no primeiro semestre de 2019.

Na América do Norte, as vendas da companhia diminuíram 14% no segmento de defensivos, para US$ 1,4 bilhão, e 30% em sementes, para US$ 427 milhões. Na América Latina, houve forte crescimento de 19% nas vendas de defensivos, para US$ 1,03 bilhão e recuaram 1% em sementes para US$ 143 milhões.

"O primeiro semestre deste ano teve muitos desafios para a agricultura, incluindo enchentes históricas nos EUA que resultaram em plantios significativamente atrasados e secas severas na Austrália e na Indonésia. Os produtores continuam enfrentando desafios com questões comerciais. As condições climáticas adversas foram em grande parte compensadas pelo forte crescimento de volume na América Latina", comentou CEO da companhia, Erik Fyrwald.

A Syngenta foi comprada em 2017 pela estatal chinesa ChemChina.

 


Fonte: Broadcast Agro