Clipping

Uberaba é a 3ª cidade do país na produção de cana-de-açúcar

Postado em 27 de Novembro de 2019

Município só perde para Morro Agudo, no interior de São Paulo, e Rio Brilhante, no Estado do Mato Grosso do Sul

Uberaba é a terceira cidade que mais produziu cana-de-açúcar em todo o país no ano de 2018. Os dados são do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A líder no cultivo da cultura é Morro Agudo, município do interior do Estado de São Paulo, e a vice-líder é Rio Brilhante, no interior do Mato Grosso do Sul.

Os dados foram atualizados pelo IBGE e atesta o volume de produção para a cana-de-açúcar de todos os municípios brasileiros. Durante os doze meses, Uberaba produziu 6,8 milhões de toneladas, sejam para moagem e processamento na indústria ou utilizadas em diferentes tipos de aplicação como plantio. Morro Agudo registrou produção de 8,1 milhões e Rio Brilhante, 7,9 milhões de toneladas.

A diferença de produção referente à líder do ranking é de 1,3 milhão de toneladas. Entre os 100 maiores municípios produtores, nove são de Minas Gerais. São eles: Frutal, no décimo posto, 4,3 milhões de toneladas; Conceição das Alagoas, décimo quinto, com 3,9 milhões; Iturama, a vigésima quarta, com 3,5 milhões de toneladas; Campo Florido, o trigésimo oitavo, três milhões de toneladas; Limeira do Oeste, a quadragésima terceira, com 2,9 milhões; João Pinheiro, a quinquagésima, 2,8 milhões; Santa Vitória, a sexagésima sexta, 2,5 milhões; Unaí, a septuagésima quarta, 2,3 milhões, e Paracatu, a octogésima terceira, com 2,2 milhões de toneladas.

Apesar de apresentar bons números, a produção da cana-de-açúcar está registrando queda desde 2016, quando obteve recorde de produção com 768,56 milhões de toneladas em todo o país. No total, mais de 3.300 cidades possuem canaviais.

Municípios da região também contam com colheitas expressivas da cultura. Além dos 100 maiores produtores, reportagem do Jornal da Manhã fez levantamento da produção de municípios vizinhos. Conquista, localizada a 60 quilômetros de distância, registrou produção de 1,5 milhão de toneladas; Água Comprida, a 46 quilômetros de distância, 1,3 milhão; Veríssimo, distante 47 quilômetros, 1,3 milhão; Santa Juliana, a 90 quilômetros de distância, 1,1 milhão. Localizado a 30 quilômetros de distância, o município de Delta, que possui indústria de processamento de cana-de-açúcar dentro do perímetro urbano, tem números modestos: 338.000 toneladas ao longo dos doze meses de 2018. Igarapava e Ituverava, municípios paulistas a 40 e 80 quilômetros de distância, aparecem entre os 100 maiores produtores. Respectivamente, as cidades produziram 2,2 milhões de toneladas e quatro milhões de toneladas, nas posições de número 74 e 13. O Estado de São Paulo domina o ranking dos maiores produtores da cana-de-açúcar – são 61 cidades entre as 100 principais.


Fonte: Jornal da Manhã - Uberaba