Clipping

Unica corrige: venda de etanol sobe 9,17% em março e 1,71% na safra

A União da Indústria de Cana-de-Açúcar corrigiu os dados divulgados na manhã desta terça-feira, 10, sobre as vendas de etanol no mês de março e no acumulado da safra 2017/2018, encerrada dia 31 de março. Com a revisão para baixo, o volume total de etanol comercializado pelas usinas do Centro-Sul nos mercados interno e externo em março somou 2,232 bilhões de litros, ante 2,045 bilhões de litros de litros em igual período de 2017, avanço de 9,17%. Após o resultado do último mês da safra, o volume acumulado total do combustível vendido às distribuidoras e exportado chegou a 26,41 bilhões de litros em 2017/2018, alta de 1,71% ante os 25,97 bilhões de litros da safra 2016/2017.

O volume total de etanol vendido pelas usinas às distribuidoras no mercado doméstico no Centro-Sul atingiu 2,153 bilhões de litros em março de 2018 e acumulou 25,9 bilhões de litros na safra 2017/2018. Os volumes representam altas de 9,7% em relação ao total de 1,963 bilhão de litros vendidos em igual mês de 2017 e de 1,01% sobre o volume acumulado comercializado em toda a safra 2016/2017 no mercado interno, de 24,61 bilhões de litros, informou a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica).

As vendas de etanol hidratado combustível cresceram 28,59% em março sobre o mesmo período de 2017, de 1,075 bilhão para 1,382 bilhão de litros. Com o resultado, as vendas totais de hidratado na safra cresceram 6,63% para 15,855 bilhões de litros. As vendas totais de anidro recuaram 12,35% se comparados os mesmos meses de março de 2017 e 2018, para 850,3 milhões de litros e recuaram 4,92% na safra, para 10,535 bilhões de litros.

 

A exportação total de etanol atingiu 79 milhões de litros em março, baixa 3,5% contra os 82 milhões de litros de igual mês do ano passado. No acumulado da safra 2017/2018, as exportações totais de etanol subiram 11,3%, para 1,511 bilhão de litros, ante 1,357 bilhão de litros em igual período de 2016/2017.


Fonte: Estadão Conteúdo - retirado da Isto É Dinheiro