Clipping

USDA mantém previsão de produção de açúcar na safra 2017/18

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) manteve, nesta quarta-feira, 12, sua previsão de produção de açúcar no país em 2017/18 em 8,738 milhões de toneladas curtas (7,927 milhões de toneladas).

A previsão de importação foi elevada para 3,557 milhões de toneladas curtas (3,402 milhões de toneladas).

A projeção de estoques finais caiu de 1,855 milhão de toneladas curtas (1,683 milhão de toneladas) para 1,132 milhão de toneladas curtas (1,027 milhão de toneladas).

Para 2016/17, o governo dos EUA aumentou a sua previsão de produção de açúcar no país de 8,832 milhões de toneladas curtas (8,01 milhões de toneladas), para 8,836 milhões de toneladas curtas (8,016 milhões de toneladas) projetadas em junho. A previsão de importação foi mantida em 3,13 milhões de toneladas curtas (2,84 milhões de toneladas). A projeção de estoques finais em 2016/17 caiu para 1,440 milhão de toneladas curtas (1,034 milhão de toneladas) de 1,536 milhão de toneladas curtas (1,39 milhão de toneladas).

Algodão
O USDA revisou para baixo a sua previsão de produção para 19 milhões de fardos (4,14 milhões de toneladas) nos EUA em 2017/18, ante 19,20 milhões de fardos (4,18 milhões de toneladas) em junho. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal estimavam 18,92 milhões de fardos (4,12 milhões de toneladas).

A área plantada foi ajustada para 12,06 milhões de acres (4,88 milhões de hectares), ante 12,23 milhões de acres (4,95 milhões de hectares) previstos no mês passado. O rendimento foi ajustado de 810 libras-peso por acre (722,79 quilos por hectare) para 816 libras-peso por acre (728,12 quilos por hectare).

O governo dos EUA reduziu a previsão de estoque final de algodão da temporada 2017/18 para 5,30 milhões de fardos (1,15 milhão de toneladas), 3,64% abaixo dos 5,50 milhões de fardos (1,20 milhão de toneladas) estimados no relatório anterior. O mercado previa 4,96 milhões de fardos (1,08 milhão de toneladas).

A previsão para as exportações de algodão em 2017/18 foi mantida em 13,5 milhões de fardos (2,94 milhões de toneladas). O mercado projetava 13,66 milhões de fardos (2,97 milhões de toneladas).

Para a temporada 2016/17, o órgão não mudou seus números. A perspectiva de exportação foi mantida em 14,50 milhões de fardos (3,16 milhões de toneladas). Já os estoques finais ficaram estáveis em 3,20 milhões de fardos (696,70 mil toneladas). (Com informações da Dow Jones Newswires)


Fonte: Estadão Conteúdo