Clipping

Usina Coruripe conclui captação de R$ 255 milhões via CRAs

A Usina Coruripe acessou novamente o mercado brasileiro de capitais com uma nova emissão pública de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA). Pouco mais de um ano depois de sua estreia nesse mercado, a Coruripe, uma das maiores do setor sucroalcooleiro no país, emitiu um total superior a R$ 255 milhões a partir de oferta lançada no dia 3 de maio.

A operação, anunciada com o objetivo de captar inicialmente R$ 200 milhões, foi concluída com êxito ontem (4 de junho), superando em cerca de 25% o objetivo inicial. A captação foi realizada junto a 2.173 investidores pessoas físicas, que serão remunerados com a variação do CDI acrescida de 2% ao ano e isentos de Imposto de Renda.

De acordo com o presidente da Usina Coruripe, Mario Luiz Lorencatto, a emissão tem taxa de juros menor que as emissões de CRA realizadas anteriormente pela empresa. “A terceira emissão de CRA que a Coruripe conclui é um importante passo alcançado e consolida nossa presença no segmento de médio prazo no mercado de capitais no Brasil. Isso porque ela foi realizada em um período de incertezas nesse mercado no país e de volatilidade no mundo inteiro”, declara. As amortizações vão ocorrer em parcelas iguais de um terço nos finais de cada aniversário (12, 24 e 36 meses).

Lorencatto ressalta que a obtenção de R$ 255 milhões mostra a capacidade da Coruripe em diversificar as fontes de financiamento e a boa reputação da empresa nesse mercado. “Acredito que o CRA permitirá que aproveitemos ainda mais as oportunidades de carregamento de estoques e ganhos operacionais no curto prazo, ao mesmo tempo em que afasta qualquer risco de liquidez para a safra corrente, em um período de crédito ainda restrito e de custos bancários elevados”, comenta.

Sobre a Usina Coruripe

A Usina Coruripe, controlada pelo grupo Tércio Wanderley, com sede em Coruripe (AL) e fundada em 1925, é a maior empresa do setor sucroalcooleiro no Norte/Nordeste e a nona no Brasil. Com quatro unidades em Minas Gerais e uma em Alagoas, possui capacidade de moagem de 14,4 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, produz açúcar VHP, açúcar cristal e etanol e exporta energia elétrica.


Fonte: Assessoria de Comunicação - retirado do site BrasilAgro