Clipping

Usina Coruripe firma compromisso com a ONU para promover fortalecimento da equidade de gênero no setor de agronegócio

Postado em 5 de Novembro de 2019

A Usina Coruripe, uma das maiores do setor sucroenergético no país, assinou, no dia 29 de outubro, sua adesão aos Princípios do Empoderamento das Mulheres, promovidos pela ONU Mulheres e pelo Pacto Global das Nações Unidas. Com essa iniciativa, a Coruripe firma um compromisso de adotar medidas que promovam a equidade de gênero. A parceria, formalizada na 19ª Conferência Internacional Datagro sobre açúcar e etanol, nesta semana, em São Paulo, contou com a presença de Mario Lorencatto, presidente da Coruripe, e representantes de outras usinas.

Ao tornar-se signatária dos sete princípios empresariais, que buscam delegar poder às mulheres no ambiente de trabalho, no mercado e na comunidade, a Coruripe reforça o seu compromisso com a equidade de gênero. Com o número de mulheres no quadro de colaboradores aumentando a cada ano, a empresa já adota práticas com a finalidade de incentivar a diversidade para a valorização da mulher nas usinas.

"Percebemos a importância de assumir um compromisso público, com o objetivo promover equidade de gênero no local de trabalho, empoderando mulheres que já atuam na Usina Coruripe", comenta Lorencatto. "Acreditamos que a igualdade no trabalho entre homens e mulheres é condição fundamental para o fortalecimento da nossa organização", complementa.

A ONU Mulheres trabalha para apoiar as empresas no processo de fortalecimento da participação e ascensão das mulheres a cargos de liderança. Ao aderir, as empresas passam a fazer parte de uma grande mobilização global, fortalecendo as ações que visam ao avanço das mulheres na sociedade e no mundo do trabalho, contribuindo para resultados financeiros do setor empresarial e para o desenvolvimento econômico e social dos países.

Sobre a Usina Coruripe

A Usina Coruripe, controlada pelo grupo Tércio Wanderley, com sede em Coruripe (AL) e fundada em 1925, é a maior empresa do setor sucroenergético no Norte/Nordeste, maior grupo do setor em Minas Gerais e uma das 10 maiores do Brasil. Com quatro unidades em Minas Gerais (em Iturama, Campo Florido, Carneirinho e Limeira do Oeste), uma em Alagoas (Coruripe) e um terminal de transbordo em Fernandópolis (SP), a Usina Coruripe possui capacidade de moagem de 15 milhões de toneladas de cana-de-açúcar, produz mais de 1 milhão de toneladas de açúcar, cerca de 500 milhões de litros de etanol e comercializa energia.

 


Fonte: Assessoria de Imprensa Usina Coruripe - Texto extraído da Agência UDOP de notícias