Clipping

Usina de etanol busca fomentar economia local em Carazinho

O município de Carazinho receberá uma Usina de Etanol que terá operação nos 12 meses do ano. A indústria terá capacidade de produção de 40 mil litros de etanol por dia, gerando 15 empregos diretos. O secretário municipal de desenvolvimento, Dêninson Costa, explica que os benefícios ocorrem em todas as etapas do negócio. "A matéria-prima será produzida por agricultores locais, o processamento por mão de obra de Carazinho e o produto final consumido pela população a um preço mais baixo", avalia o secretário.

A principal matéria-prima será a batata-doce industrial. A empresa já possui viveiros na cidade e distribuirá mudas para produtores enquadrados na agricultura familiar. Por ser uma usina flex, poderá operar também com milho, cana-de-açúcar e triticale, uma cultura de inverno, capitalizando o produtor. Sobre o consumo de combustível, atualmente o litro do etanol é comercializado na cidade, em média, por R$ 3,67. A expectativa é de reduzir o valor em R$ 1,00.

A prefeitura fez a intermediação com o Estado, que manteve o decreto n° 50.348/2013 que prevê desconto de 48% no ICMS para a produção de biodiesel. "Este benefício foi validado pelo governo do Estado para o empreendimento de Carazinho", diz Costa. A prefeitura também trabalha na melhoria do acesso à área de 20 hectares, próxima ao Distrito Industrial. O empresário Henrique Leonhardt destaca que o empreendimento vai fomentar a agricultura familiar e baratear o produto final. "Além de reduzir os custos operacionais dos nossos postos de combustível, vamos fomentar a economia local, e manter o ICMS no Estado." O combustível sairá da usina direto para o posto, sem passar por distribuidora. A obra já começou e deve ser concluída no fim do ano.

 

 

 

 


Fonte: Correio do Povo