Clipping

Usina Guaíra diminui infestação de broca-da-cana e reduz perdas em mais de R$50 milhões

O Índice de Infestação Final (I.I.F) de broca-da-cana na Usina Açucareira Guaíra era de 6,1% e caiu para 1,3%

Em 2014, o Índice de Infestação Final (I.I.F) de broca-da-cana na Usina Açucareira Guaíra, localizada no município paulista de mesmo nome, era de 6,1%. Este ano, o valor caiu para apenas 1,3%. Até o momento, foram evitadas perdas na ordem de R$ 50 milhões.

O maior motivo para tamanha mudança nesses índices foi a adoção de um software de manejo integrado de pragas. Desenvolvido pela SmartBreeder em parceria com a Syngenta, o SmartBio foi instalado na Usina Açucareira Guaíra em setembro de 2013. Sua principal função é analisar o banco de dados da unidade, cruzando fatores de susceptibilidade a broca, como variedade, clima, fertilidade e histórico de cada talhão. Diária ou semanalmente, o programa gera mapas de favorabilidade, que ranqueia as áreas de resistentes as mais suscetíveis.

“O SmartBio foi uma ferramenta que contribuiu para a evolução do nosso manejo integrado de pragas. Através dos mapas gerados, ele norteia as equipes campo, criando uma agenda com as áreas mais suscetíveis e a ordem a ser seguida, seja na avaliação ou controle. O grau de confiabilidade é de 93%”, ressalta o coordenador da área de motomecanização da Usina Açucareira Guaíra, Mateus Sebastião Gonçalves da Silva.

Outro benefício entregue pelo SmartBio foi o aumento da área monitorada com a mesma equipe. “Em 2013, antes da adoção da tecnologia, oito pessoas levantavam uma área de quase oito mil hectares. Após o SmartBio, essas mesmas oito pessoas passaram a levantar 26.500 hectares.”

Após cerca de cinco anos utilizando o software, Silva afirma que o balanço final é bastante positivo. Nesse período, houve um Retorno Sobre Investimento (ROI) de 6,8 vezes o valor investido na aquisição do programa e na compra dos produtos para o controle da broca. “Atualmente, nosso custo por hectare gira na casa dos R$ 90 por hectare. Para nós, a ferramenta custa apenas 0,1% do I.I.F.”


Fonte: CanaOnline