Clipping

Usinas Santo Ângelo, Bevap e Uberaba são campeãs de produtividade na safra 20/21

Postado em 11 de Fevereiro de 2021

As usinas Santo Ângelo (Pirajuba), Bevap (João Pinheiro) e Uberaba foram sagradas campeãs de produtividade da safra 2020/21, pelo Índice IDEA de Produtividade, divulgado ontem pelo Grupo Idea, em evento online.

O índice analisa os indicadores: TCH (Tonelada de cana/hectare; ATR (Açúcar Total Recuperável), TAH (Tonelada de Açúcar por Hectare) e Idade do canavial.

A Usina Santo Ângelo (bicampeã) e Bevap conseguiram um índice de 238,1. Já o índice da Uberaba foi de 237,3. Isso demonstra a gestão de excelência das usinas mineiras, que fizeram palestra durante o evento, demonstrando os cuidados com o canavial para o alcance de índices tão excepcionais.

Resumo das palestras:

 

 

Usina Santo Ângelo – Camila Guidi (Gerente de Projeto) e Alberto Bortoletto (Gerente Agrícola)

Safra 2020/21 – 3,921 milhões de toneladas

Produtividade – 95,7 toneladas de cana/hectare

- Trabalho de 10 a 11 anos para conseguir longevidade do canavial. Há sete anos montou um projeto de compostagem e hoje 16% da área total recebe o composto e o desafio é aumentar para 30% ou 8.000 ha de soqueira e 700 de plantio, a reforma é por volta de 7%, mas com a seca deste ano está revendo alguns procedimentos

- Somam 12 mil hectares irrigado, incluindo áreas de fornecedores

- Aplicação localizada de vinhaça em 35% da área e talvez chegue até 60%.

- Parcelamento de adubação, ganhos muito bons em relação a produtividade de cana

- Trabalha com microorganismos

- Rotação de cultura com soja, em toda a área, com um planejamento muito bom, otimizando pessoas e máquinas. Já plantou 3 mil hectares de soja na safra 20/21, a soja é um diferencial em produção de cana

- Inoculação de minhoca, para melhorar a aeração do solo, o enraizamento do sistema radicular

- Cuidado na colheita mecânica com equilíbrio nas operações, o que mantêm as perdas em 1,5%

- Replantio 400 a 500 hectares por ano

- O custo este ano está fechando R$ 82/83 por tonelada

 

 

Usina Bevap - Hermes Arantes, Gerente Agrícola

- Idade média do canavial de 3,91 anos passou para 5,6 anos

- Planta industrial totalmente automatizada, área agrícola está automatizando

- Georreferenciando das linhas

- Plantio 100% mecanizado

- Irrigação em vários formatos, inclusive gotejamento. A irrigação é uma questão de sobrevivência. A empresa tem o sistema de irrigação, pivôs lineares e pivô rebocáveis e pivô central, entre outros. Fazem o mapeamento da irrigação.

- Foco em inovação e novas tecnologias

- Plataformas via satélite, facilitando a interpretação da informação e tomada de decisão.  

- Georreferenciamento também na colheita, todas as atividades têm apontamento digital, monitoramento em tempo real

- Qualidade de aplicações aéreas

- Produção de mudas com viveiro potencial de 4 milhões de mudas

- Aplicação com vinhaça localizada em 3,6 mil hectares, para 2021 chegar a 7 mil hectares.

 

 

Usina Uberaba - Marcus Paulo Pereira Lima, Gerente Agrícola

Safra 2020/21 – 2,624 milhões de toneladas (42% cana própria e 58% de terceiros)

Safra 2021/22 – previsão de 3,100 milhões de toneladas (56% de cana própria 44% cana de terceiros)

- Foco sempre foi a formação do canavial, preparo de solo, sistematização, levantamento planialtimétrico, utilização de drones, construção de terraços embutidos, utilização dos resíduos (torta de filtro e cinzas da caldeira em área de preparo de solo)

- No preparo de solo o diferencial é o destruidor mecânico de soqueira em 100% das áreas de reforma. Isso controla, também, o bicudo da cana e a broca gigante.  Eliminação da dessecação química, possibilitando o trabalho de erradicação de soqueira nos períodos secos do ano

- Trabalho de checagem junto ao CTC, verificando o efeito de descompactação do solo, a fim de verificar o desenvolvimento das raízes

- Rotação de cultura em 100% da área de reforma com crotalária e soja

- Plantio direto

- Trabalha com 48 variedades

 


Fonte: SIAMIG