Clipping

Valor bruto da produção de 2019 é estimado em R$ 584,6 bilhões

O valor bruto da produção agropecuária (VBP) de 2019 é estimado em R$ 584,6 bilhões, com alta de 1,9% em termos reais em relação ao montante de cerca de R$ 573,87 bilhões de 2018, segundo a Secretaria de Política Agrícola (SPA) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Soja e cana-de-açúcar devem liderar o faturamento bruto dentro das propriedades rurais entre os produtos acompanhados pela SPA.

Elaborado pela Coordenação de Estudos e Análises da SPA, o diagnóstico aponta ainda que o VBP de 2018 foi sustentado num patamar elevado por quatro produtos: algodão (+47,0 %), cacau (+34,9%), café (+10,2%), soja (+12,5%) e trigo (+73,0%). Esse grupo, assinala a SPA, beneficiou-se de preços mais elevados neste ano e também pelo extraordinário aumento de produção.

Um grupo grande de produtos teve desempenho fraco, em consequência da redução da produção e dos preços mais baixos. Amendoim, arroz, banana, café (arábica e conilon), cana-de-açúcar, feijão, mandioca, laranja e uva estão entre essas culturas.

Os produtos da pecuária apresentaram, mais uma vez, resultados negativos do VBP. Essa redução é mais notada em carne suína e ovos.

Soja, cana-de-açúcar, milho, algodão herbáceo e café geraram 80,0 % do valor das lavouras. Nesse grupo, a soja se destaca com o maior valor alcançado, de R$ 143,5 bilhões em 2018.

Entre os estados, a liderança do VBP é de Mato Grosso, seguido por São Paulo, Paraná, Minas Gerais e Rio Grande do Sul. Juntos, eles produziram 59,7 % do valor total da agropecuária.


Fonte: AGRO em DIA