Clipping

Venda de máquinas agrícolas estabiliza em junho

As vendas de máquinas agrícolas no mercado interno ficou praticamente estável em junho na comparação com maio deste ano, de acordo com a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea). Dados divulgados nesta quarta-feira (6/7) mostram uma alteração de 4.055 para 4.051 unidades de um mês para o outro.
Os dados englobam tratores de roda e esteira, plantadeiras, máquinas para colher grãos e cana e retroescavadeiras. Na comparação com o mês de junho de 2016, quando as vendas foram de 4.102 unidades, a retração do mercado de máquinas agrícolas foi de 1,2%.
Apesar do resultado do mês, o acumulado do ano segue mostrando um mercado mais aquecido que em 2016. As vendas totais no primeiro semestre foram de 17.512 máquinas, um crescimento de 21,8% em relação ao intervalo de janeiro a junho do ano passado.
Entre os tratores, o destaque foi para os equipamentos de pequeno porte, com até 80 cavalos de potência. No primeiro semestre, foram vendidas 6.979 unidades. Depois vieram os tratores com motorização entre 81 e 130 cavalos (3.989 unidades) e os superiores a 130 cavalos (3.366).
Nas colheitadeiras de grãos, as máquinas de menor porte, com motorização de até 265 cavalos, lideraram as vendas com 773 unidades entre janeiro e junho deste ano. Depois vieram as que têm entre 266 e 410 cavalos (591 unidades), seguidas pelas superiores a 410 cavalos de potência (315 unidades).
Exportações
As exportações de máquinas agrícolas em junho caíram 7,9% na comparação com maio deste ano, totalizando 1.216 unidades vendidas. Já em relação a junho do ano passado, houve um crescimento de 21,4%, de acordo com a Anfavea.
No primeiro semestre do ano, o volume vendido para outros países foi de 5.740 unidades de tratores, plantadeiras, máquinas para colher grãos e cana-de-açúcar e retroescavadeiras. O número representa um crescimento de 28,5% em relação às exportações do mesmo período em 2016.

Fonte: Globo Rural