Clipping

Vendas de etanol subiram para 1,3 bilhão de litros em setembro no país

O volume de etanol hidratado (usado diretamente nos tanques dos veículos) vendido em setembro no país alcançou 1,314 bilhão de litros, de acordo com levantamento divulgado ontem pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). O resultado ficou em linha com as estimativas dos analistas.

Foi o primeiro mês de 2017 em que as vendas do biocombustível atingiram o patamar de 1,3 bilhão de litros, nível que no ano passado foi alcançado no período inicial da safra 2016/17, em maio. Em relação a agosto (1,22 bilhão de litros), houve um aumento no mês passado de 7,6%. A ANP corrigiu o dado de agosto, que anteriormente era 1,166 bilhão de litros.

As vendas de etanol hidratado têm reagido desde julho, mês em que o governo alterou a carga tributária sobre combustíveis, o que melhorou a competitividade do etanol frente a gasolina. Com isso, muitos motoristas que têm carros flex passaram a trocar o combustível fóssil pelo etanol hidratado.

Esse aquecimento da demanda colaborou para elevar os preços do etanol no período e tornou o produto mais vantajoso para as usinas do que o açúcar.

Na comparação com o ano passado, porém, o consumo de etanol ainda segue menor. Em relação a setembro de 2016, o volume vendido no mês passado foi 16,1% inferior. No acumulado deste ano, as vendas totalizaram 9,431 bilhões de litros, também 16,1% abaixo do mesmo período de 2016.

Analistas avaliam que, nos próximos meses, a demanda pelo hidratado deve seguir próxima do volume de setembro, já que o produto segue mais vantajoso do que a gasolina nas principais praças.
 


Fonte: Valor Econômico