Clipping

Volume de etanol exportado em junho surpreende

Postado em 13 de Julho de 2020

Do total comercializado em junho, 267,05 milhões de litros foram destinados para o mercado externo, crescimento de 44,31% na comparação com os 185,05 milhões de litros exportados no mesmo mês de 2019

O volume de etanol comercializado pelas unidades produtoras em junho deste ano somou 2,40 bilhões de litros, com retração de 11,43% no comparativo com igual período de 2019 (2,71 bilhões de litros). Essa queda é menor do que aquela verificadas nos dois meses anteriores, que alcançava quase 30%. Foi o que apontou o relatório de acompanhamento de safra divulgado pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA).

Do total comercializado em junho, 267,05 milhões de litros foram destinados para o mercado externo e 2,13 bilhões de litros foram vendidos domesticamente.

Esse volume de etanol direcionado ao mercado externo surpreendeu em junho, com crescimento de 44,31% na comparação com os 185,05 milhões de litros exportados no mesmo mês de 2019.

No mercado interno, as vendas de etanol hidratado alcançaram 1,47 bilhão de litros em junho, com redução de 19,64% sobre o montante apurado no mesmo período da última safra (1,83 bilhão de litros). A quantidade comercializada de etanol anidro, por sua vez, registrou queda de 4,70%, com 663,86 milhões de litros vendidos em 2020 contra 696,57 milhões de litros em 2019.

As vendas de etanol outros fins no mercado interno se mantêm aquecidas, com crescimento de 40,00% em junho, totalizando 118,25 milhões de litros comercializados.

“A retração nas vendas de etanol no mercado interno foi menor nesse último mês. Os números refletem a queda menos intensa na demanda por combustíveis leves no País. No caso do etanol anidro, há uma maior transferência do produto para outras regiões”, explica Antonio Padua Rodrigues, diretor da UNICA. O crescimento da transferência resulta da menor importação de etanol nesse período.

Apesar da melhora nas vendas, no acumulado desde o início da safra 2020/2021 até 1 de julho, o volume de etanol comercializado pelas empresas do Centro-Sul acumula retração de 22,71%, somando 6,37 bilhões de litros. Desse total, 493,33 milhões de litros foram destinados à exportação (crescimento de 32,47%) e 5,88 bilhões ao mercado interno (queda de 25,26%).


Fonte: CanaOnline em parceria com a UNICA